“Reforma tributária vai destravar investimentos privados e abrirá caminho para o crescimento”, afirma Rodrigo Maia

SÃO PAULO, 31 de julho de 2020 /PRNewswire/ — O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi o expositor do Almoço-Debate LIDE, promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais, nesta sexta-feira (31). No evento híbrido, ele falou sobre “Desafios do Congresso como agente da retomada econômica” e respondeu a perguntas de empresários e executivos de diversos setores da economia.

O evento interativo e remoto ocorreu em virtude da pandemia da Covid-19, em medidas alinhadas às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de autoridades brasileiras. O Almoço-Debate LIDE teve a presença do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, na abertura do evento, e mediação do vice-chairman do LIDE, Claudio Lottenberg, e do diretor-executivo do Grupo Doria, João Doria Neto.

Maia se mostrou preocupado com as contas do governo. “Mesmo com a PEC de teto de gastos, há pouco ou nenhum espaço para ampliação dos gastos do governo federal. Não podemos permitir que a dívida pública saia do controle. Apesar do orçamento nunca ser executado de forma plena e sempre ter uma margem, não significa que podemos extrapolar e autorizar novos investimentos”.

Segundo o parlamentar, é preciso debater o assunto, mas evitar criar meios de gastar mais. “Não haverá mudança no teto de gastos e não podemos transferir para a sociedade essa conta. Ele pode ter alguma discussão a partir de 2 de fevereiro, quando eu não for mais presidente da Câmara. Esse ano, vamos discutir reforma tributária e, se o governo enviar proposta, a reforma administrativa”.

O presidente da Câmara também afirmou ser contra novas taxações. “É preciso coragem para debater profundamente o sistema tributário atual e seus subsídios. O grande problema do Brasil é o ICMS e não é efetivo construirmos a solução de um problema causando outros problemas. Não há como criar mais impostos, pois isso impactaria a sociedade, reduziria a competitividade das exportações brasileiras, travaria o desenvolvimento do país”.

Diante de empresários de diversos setores, Rodrigo Maia explicou que acredita na retomada econômica gradual no contexto pós-pandemia. “A reforma tributária vai destravar investimentos privados e abrirá caminho para o crescimento do Brasil – um país que está acabando com a indústria e com seu sistema: a tributação na indústria ficou muito maior que nos produtos e serviços”, afirmou.

O deputado mostrou-se favorável à manutenção de programas sociais. “O Bolsa Família foi um divisor de águas, mas não explica as melhores condições de mobilidade social das famílias beneficiadas. A questão é: o parlamento está disposto a acabar com outros programas para unificar tudo nesse novo programa [proposto]?”, indagou.

Aos participantes, Maia antecipou ainda a agenda da Câmara nos próximos meses. “Nós temos dois pontos fundamentais que não podemos abrir mão: a questão fiscal e toda política de gasto público; e uma agenda convergente entre agronegócio e Meio Ambiente. Este segundo está afetando a imagem do Brasil no exterior e precisamos introduzir esse debate que preocupa toda a sociedade brasileira”.

O Almoço-Debate LIDE teve como patrocinadores Amil; Carrefour, FS, Grupo Agronelli, Iguatemi, JSL, Mistral, Multiplan, Nelson Wilians Advogados & Advogados Associados, Souza Cruz e XP Investimentos. São fornecedores oficiais desta edição o Café Fazenda Floresta, Eccaplan e RCE Digital.

FONTE LIDE

Related Links

http://www.lideglobal.com

SOURCE LIDE

tinyurlis.gdv.gdv.htclck.ruulvis.nettny.im

hacklink al hd film izle php shell indir siber güvenlik türkçe anime izle Fethiye Escort Fethiye Escort Marmaris Escort android rat istanbul duşakabin fud crypter hack forum kusadasi escortkusadasi escortmobil ödeme bozdurmaMobil Ödeme Bozdurma